«

»

Imprimir Post

MATARAM LUCAS Corpo do menino de 14 anos, desaparecido no dia 12 de novembro foi encontrado num lago no Parque Natural Municipal de Pedroso em Santo André/SP

No dia 12 de novembro, o jovem Lucas Eduardo Martins dos Santos, de 14 anos, desapareceu após abordagem da Polícia Militar na Favela do Amor, na cidade de Santo André/SP.

Segundo informações da imprensa, a roupa que o garoto vestia foi encontrada próxima a uma escola da região. A família afirma que viu o garoto ser levado por viatura da Polícia Militar e que teve a casa invadida por policiais após o ocorrido.

O corpo encontrado no dia 15 era o corpo de Lucas, jogado num lago. Seu enterro foi marcado por mais violência policial, a mãe de Lucas que foi presa no mesmo dia que foi prestar queixa contra o desaparecimento do filho, não pode ficar mais do que 15 minutos no velório e nem chegar perto da sua mãe e de seus outros filhos.

Contra a mãe de Lucas havia um mandado de prisão de 2017 sob suspeita de tráfico de drogas, ela nunca mudou de endereço, mas a polícia só executou o mandato no dia em que a mãe foi reclamar por seu filho. No velório, a Polícia ostentava suas armas, como se a mãe, a avó, os irmãos e amigos de Lucas fossem criminosos, quando na realidade é novamente as mãos do Estado que estão cheias de sangue.

Quando tiraram a mãe de Lucas do cemitério, fizeram questão de pipocar tiros para tenta intimidar ainda mais quem já vive o horror da repressão policial nas periferias.

Poucas horas depois que o corpo do pequeno Lucas era enterrado, não tão longe dali, a Polícia faria novas vítimas, os meninos e meninas de Paraisópolis.

Mais do que solidariedade à família de Lucas é preciso denunciar em todos os cantos, a violência estatal que a cada dia faz mais vítimas de nossa classe, e ainda mais de nossos irmãos negros.

Link permanente para este artigo: http://www.intersindical.org.br/2019/12/02/mataram-lucas/