«

»

Imprimir Post

METALÚRGICOS DE IPATINGA ORGANIZADOS COM O SINDICATO REALIZAM ASSEMBLEIAS NAS PORTARIAS DA USIMINAS E DEMONSTRAM QUE CHEGOU A HORA DE COLOCAR A REVOLTA EM MOVIMENTO

Na noite de sexta-feira, dia 26/09, e na manhã de hoje, os trabalhadores na USIMINAS realizaram mais uma paralisação nas portarias para pressionar a empresa a negociar um novo turno.

A reivindicação dos metalúrgicos é a alteração da atual tabela de turno que não permite folgas e estende a jornada de trabalho.

No dias 29/08 e 30/08, o Sindicato realizou assembleia nas portarias da empresa, e 91,7% dos trabalhadores aprovaram o Estado de Greve para pressionar a USIMINAS a marcar uma reunião para negociação da mudança do atual turno de revezamento. Mas, até hoje, a empresa continua se recusando a nego¬ciar um novo turno.

Durante as paralisações, o Sindicato realizou assembleias com os trabalhadores que ratificaram o Estado de Greve.
As paralisações marcam também a intensificação da Campanha Salarial frente a enrolação das empresas. A pauta de reivindicação, construída por toda a categoria, foi entregue às empresas no dia 05/09, mas até hoje não houve nenhuma resposta.

As paralisações nas portarias, com realização de assembleias, começaram na semana passada e são um importante passo na luta que se intensifica a cada dia.

Nossas conquistas não caem do céu e não são presente dos patrões.

Só na luta vamos avançar nas nossas reivindicações.

Foto: TRABALHADORES NA USIMINAS NA LUTA POR 4 DIAS DE FOLGAS Na noite de sexta-feira, dia 26/09, e na manhã de hoje, os trabalhadores na USIMINAS realizaram mais uma paralisação nas portarias para pressionar a empresa a negociar um novo turno.   A reivindicação dos metalúrgicos é a alteração da atual tabela de turno que não permite folgas e estende a jornada de trabalho.     No dias 29/08 e 30/08, o Sindicato realizou assembleia nas portarias da empresa, e 91,7% dos trabalhadores aprovaram o Estado de Greve para pressionar a USIMINAS a marcar uma reunião para negociação da mudança do atual turno de revezamento.  Mas, até hoje, a empresa continua se recusando a nego¬ciar um novo turno. Durante as paralisações, o Sindicato realizou assembleias com os trabalhadores que ratificaram o Estado de Greve. As paralisações marcam também a intensificação da Campanha Salarial frente a enrolação das empresas. A pauta de reivindicação, construída por toda a categoria, foi entregue às empresas no dia 05/09, mas até hoje não houve nenhuma resposta.  As paralisações nas portarias, com realização de assembleias, começaram na semana passada e são um importante passo na luta que se intensifica a cada dia.   Nossas conquistas não caem do céu e não são presente dos patrões. Só na luta vamos avançar nas nossas reivindicações.

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: https://www.intersindical.org.br/2014/09/28/metalurgicos-de-ipatinga-organizados-com-o-sindicato-realizam-assembleias-nas-portarias-da-usiminas-e-demonstram-que-chegou-a-hora-de-colocar-a-revolta-em-movimento/