«

»

Imprimir Post

1ͦ DE MAIO É DIA PARA MARCAR A LUTA DA CLASSE TRABALHADORA SEM GOVERNO E SEM PATRÃO A Intersindical- Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora não participará do ato organizado pelas outras centrais sindicais onde foram convidados algozes dos trabalhadores

O dia 1ͦ de Maio é um dia para marcar a luta internacional da classe trabalhadora, para celebrar a luta de gerações que vieram antes de nós e que foram responsáveis por garantir a redução da jornada, direitos e melhores condições de trabalho, para reafirmar que a luta segue contra os ataques do Capital e seus capachos.

No Brasil, infelizmente há muito tempo a maioria das  centrais sindicais tentam transformar essa data num dia apenas de festa, de sorteios de prêmios, secundarizando a importância histórica do 1ͦ de Maio.

O desrespeito é ainda maior quando as centrais sindicais, CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Intersindical- Central entre outras convidam para o ato do 1ͦ de Maio aqueles que no Congresso Nacional agiram para exterminar direitos dos trabalhadores como na reforma trabalhista de 2017 e a reforma da Previdência de 2019, como o deputado Artur Lira /PP e o senador Rodrigo Pacheco/PSD e para coroar sua subserviência a policia de conciliação de classes também convidaram o atual governador de São Paulo Tarcísio de Freitas/ Republicanos capacho do genocida Bolsonaro.

Não há na convocatória do ato chamado pelas centrais sindicais nada, nenhuma menção sobre a necessidade urgente da revogação das reformas trabalhista e da previdência que provocaram mais desemprego, arrocho salarial e o extermínio de direitos da classe trabalhadora, ou seja, essas centrais sindicais demonstraram novamente que seu compromisso não é com os trabalhadores, sua preocupação principal é buscar a qualquer custo a volta do financiamento sindical e aprofundar sua política de conciliação com os patrões e submissão ao governo Lula/PT .

Foi importante a luta que fizemos para derrotar o governo genocida de Bolsonaro nas urnas e nós da Intersindical o fizemos sem iludir a classe trabalhadora de que bastava a eleição de Lula para avançar. Só se avança em direitos enfrentando os ataques dos patrões e de qualquer governo, ou seja,  as Organizações da Classe Trabalhadora devem ser independente em relação aos patrões e a qualquer governo e autônoma em relação aos partidos.

A Intersindical- Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora não participará do ato organizado por essas centrais que estarão lado a lado com aqueles que atacam direitos dos trabalhadores.

Estaremos presentes e contribuindo na organização dos atos classistas, sem governo e sem patrão  que ocorrerão no 1ͦ de Maio e seguimos nos locais de trabalho e nas ruas na luta pela revogação das reformas que atacam os trabalhadores, exigindo serviços públicos de qualidade para a população trabalhadora, por melhores condições de vida e trabalho.

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: https://www.intersindical.org.br/2023/04/21/1%cd%a6-de-maio-e-dia-para-marcar-luta-da-classe-trabalhadora-sem-governo-e-sem-patrao/