«

»

Imprimir Post

DESUMANO, CRUEL, CRIMINOSO: FAMÍLIAS COM DEZENAS DE CRIANÇAS SÃO EXPULSAS DE UMA OCUPAÇÃO PELA TROPA DE CHOQUE NO CENTRO DA CIDADE DE SÃO PAULO

A manhã fria desse dia 17 de maio na cidade de São Paulo foi coberta de mais frieza quando a tropa de choque da Polícia Militar expulsou famílias de uma ocupação no centro da cidade de São Paulo.

O prédio onde há muito tempo funcionou um hotel estava abandonado há anos e com dívidas gigantescas em impostos foi ocupado de forma legítima por famílias que deram a ele uma função social.

No início do ano o antigo proprietário já tinha tentado a reintegração de posse e não conseguiu, o Supremo Tribunal Federal havia suspendido os despejos até 30 de junho, mas a ministra Carmem Lúcia simplesmente ignorou a grave situação que ainda persiste e passou por cima da decisão que impede despejos. Em seu gabinete protegida do frio, Carmem Lúcia ordenou colocar na rua crianças, bebês, trabalhadores e trabalhadoras na madrugada fria de São Paulo.

Crianças e bebês foram acordados aterrorizados com o barulho dos helicópteros e da Tropa de Choque da Polícia Militar, expulsos do teto que os abrigava e jogados na rua nessa manhã que mais do que fria, mostra a crueldade e desumanidade do sistema capitalista.

São mais de 40 milhões de trabalhadores desempregados, são centenas de milhares que estão em situação de rua pois não têm mais como pagar aluguel, miséria e fome se espalham e o governo estadual do PSDB e municipal do MDB em São Paulo mostraram novamente que sua prioridade, como a do governo genocida de Bolsonaro  é garantir os interesses dos capitalistas jogando no olho da rua mais centenas de famílias que nada têm.

Durante a desocupação, há relatos de agressão contra crianças e idosos, uma mulher grávida entrou em trabalho de parto, as famílias tiveram muita dificuldade de retirar seus pertences. Crueldade, desumanidade é a marca dessa manhã na cidade de São Paulo.

Às vésperas dos dias mais frios que se aproximam, mais pessoas estão desabrigadas, o despejo no centro da cidade de São Paulo, se soma aos demais despejos que já deixaram mais de 6 mil famílias sem moradia desde o início da pandemia em março de 2020.

Na semana passada, mais violência no centro de São Paulo: a ação do governo nos arredores do centro de São Paulo, na cracolândia, segue não combatendo o tráfico, mas sim atacando os dependentes químicos, que ao invés de receberam a devida assistência são agredidos pela repressão do Estado. Um homem de 32 anos foi assassinado durante a operação da repressão, várias pessoas em situação de rua também foram agredidas, ou seja, é a violência do Estado aplicada para tentar esconder a miséria e todas as mazelas produzidas por essa sociedade, em que os ricos conseguiram ficar mais ricos durante a tragédia da pandemia, espalhando demissões, carestia, miséria e fome, é isso que produz o capitalismo.

Além de cercar de solidariedade os trabalhadores, trabalhadoras e seus filhos que sofrem com a falta de moradia, abrigo, comida, é preciso fortalecer a luta contra os ataques dos governos e do Judiciário, capachos dos interesses daqueles que se enriquecem através da miséria de milhões, só assim vamos livrar nossas crianças da barbárie produzida pelo capitalismo.

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: https://www.intersindical.org.br/2022/05/17/desumano-cruel-criminoso-familias-com-dezenas-de-criancas-sao-expulsas-de-uma-ocupacao-pela-tropa-de-choque-no-centro-da-cidade-de-sao-paulo/