«

»

Imprimir Post

SOLIDARIEDADE ATIVA À GREVE DOS TRABALHADORES NA PREVIDÊNCIA A ocupação do prédio da Superintendência do INSS em São Paulo é um gesto legítimo dos trabalhadores em defesa dos serviços públicos e por melhores condições de trabalho

Os trabalhadores na Previdência e Seguridade Social estão em greve desde o dia 23 de março, a principal pauta é realização de concurso público já, melhores condições de trabalho e reajuste salarial.

Além de lutarem para recuperar as perdas salariais, pois já estão há 5 anos sem reajuste salarial, os motivos legítimos da greve é a defesa do serviço público e melhores condições de trabalho para atender a população trabalhadora.

No dia 18 de abril, os trabalhadores de várias regiões ocuparam a Superintendência do INSS em São Paulo como mais uma forma de protesto legítimo mostrando a importância da greve que vai além das questões específicas da categoria, é uma luta do conjunto da classe trabalhadora. O governo Bolsonaro através da direção do INSS entrou com ação judicial de reintegração de posse do prédio da Superintendência, ou seja, mais um ataque a legítima luta dos trabalhadores.

O genocida governo de Bolsonaro segue atacando os servidores e o serviços públicos, fez uma reforma da Previdência em 2019 que praticamente obriga os trabalhadores a trabalhar até a morte e a cada dia piora o acesso aos direitos básicos da Previdência e Seguridade Social.

A Intersindical reafirma sua solidariedade ativa à greve dos trabalhadores no INSS e para além disso seguimos firmes nas mobilizações em defesa dos serviços públicos e contra esse governo que ataca os diretos e a vida da classe trabalhadora.

 

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: https://www.intersindical.org.br/2022/04/19/solidariedade-ativa-greve-dos-trabalhadores-na-previdencia/