«

»

Imprimir Post

DIA 26 FOI MAIS UM DIA DE LUTA EM DEFESA DA VIDA: POR AUXÍLIO EMERGENCIAL DE NO MÍNIMO R$600,00, POR VACINAÇÃO JÁ E PELO FORA BOLSONARO  NO DIA 29 MUITO ALÉM DE BRASÍLIA É HORA DE OCUPAR AS RUAS COM OS DEVIDOS CUIDADOS SANITÁRIOS E FORTALECER A LUTA CONTRA ESSE GOVERNO GENOCIDA

No dia 26 de maio, as centrais sindicais, sindicatos, movimentos sociais realizaram manifestação em Brasília exigindo a volta imediata do auxílio emergencial de no mínimo R$600,00 e o fim da restrição imposta pelo governo da morte que retirou milhões de trabalhadores que precisam desse auxílio.

Nas reivindicações também estão a exigência de aceleração do programa de imunização com a vacinação já e para todos.

Também denunciamos as privatizações e a reforma administrativa que o governo genocida de Bolsonaro tenta impor para atacar os servidores que atendem diretamente à população trabalhadora e acabar de vez com os serviços públicos na saúde, educação, seguridade, assistência, Correios, saneamento entre outros.

Nós estivemos presente em mais essa manifestação e estamos firmes em todas as regiões do país na organização do Dia Nacional de Luta que acontece no próximo dia 29, pois é preciso ocupar as ruas muito além de Brasília.

Tomando os devidos cuidados de distanciamento, uso de máscara e álcool em gel é hora de colocar a indignação em movimento e nas ruas. Esse é um passo importante para fortalecer a luta pelo fim desse governo genocida, responsável direto pelas mais de 450 mil vidas arrancadas.

As manifestações dessa semana devem fortalecer a luta maior que passa por parar os locais de produção e circulação das mercadorias do Capital, é necessário sim uma greve geral nesse país em defesa da vida, dos direitos, por emprego e por auxílio emergencial.

Os ricos ficaram mais ricos, todos os setores, das indústrias ao comércio que têm atividades não essenciais nesse momento de pandemia não pararam em nenhum momento dessa pandemia que além de não ter data para acabar piora a cada dia no Brasil. Por isso a construção de uma greve geral do conjunto da classe trabalhadora é uma necessidade sanitária, é uma luta em defesa da vida.

Juntos com as Organizações que de fato estejam dispostas a lutar aqui e agora e que não ficarão esperando as eleições de 2022 chegarem, vamos fortalecer a mobilização por:

– DIREITOS, EMPREGOS E SALÁRIOS

– RETORNO IMEDIATO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL DE NO MÍNIMO R$600,00

– VACINAÇÃO JÁ E PARA TODOS

– CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES

– CONTRA A REFORMA ADMINSTRATIVA

– FORA BOLSONARO: PARAR ESSE GOVERNO PARA PARAR A MATANÇA

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: https://www.intersindical.org.br/2021/05/27/dia-26-foi-mais-um-dia-de-luta-em-defesa-da-vida-por-auxilio-emergencial-de-no-minimo-r60000-por-vacinacao-ja-e-pelo-fora-bolsonaro/