«

»

Imprimir Post

É TRAGÉDIA PROVOCADA PELO DESCASO E PELA AUSÊNCIA DE POLITICAS PÚBLICAS PARA MORADIA Durante as chuvas em Santa Catarina e São Paulo novamente se mostra uma das faces cruéis da falta de políticas públicas para moradia e infraestrutura

No início do mês de dezembro em Santa Catarina, desabamentos, casas destruídas, pessoas desabrigadas e mortas depois das fortes chuvas, mas não somente os temporais e sim a ausência de políticas públicas que provocaram essa tragédia. 

A ausência de políticas públicas que garantam moradia digna e infraestrutura necessária para a população trabalhadora que provocaram essa tragédia.

Em 29 de dezembro, mais um temporal chega na cidade de São Paulo e em sua região metropolitana junto ao temporal mais desgraça provocada pela ação do Capital e de seus governos de plantão.

Em Embu da Artes, cidade próxima à capital paulista, uma jovem mulher de 25 anos e seus filhos morreram soterrados por conta dos desabamentos, uma trabalhadora e suas crianças morreram, outros entre eles mães, avós, mulheres e homens trabalhadores seguem desaparecidos nos escombros que não são provocados somente pelas tempestades, mas sim pelo descaso dos governos.

Os relatos sejam em Santa Catarina, no Vale do Itajaí, como em São Paulo, em Embu das Artes provam que a tragédia desses dias poderia ter sido evitada, pois denúncias sobre a grave situação de ausência de políticas públicas para moradia e infraestrutura não faltaram.

Só lamentar e se entristecer não basta, é preciso lutar contra mais essa violência do Estado que à serviço do Capital extermina vidas.

 

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: https://www.intersindical.org.br/2020/12/31/e-tragedia-provocada-pelo-descaso-e-pela-ausencia-de-politicas-publicas-para-moradia/