«

»

Imprimir Post

MAIS VIOLÊNCIA NA MERCEDES BENZ: HUMILHAÇÃO CONTRA AS TRABALHADORAS

Na fábrica de Iracemápolis/SP a direção da empresa tenta se meter até na higiene pessoal das mulheres.

No dia 8 de Março, dia que marca a luta internacional das mulheres trabalhadoras, a Mercedes Benz novamente escancarou seu desrespeito ao conjunto dos trabalhadores, dessa vez atacando as mulheres trabalhadoras.

O RH da empresa na fábrica de Iracemápolis teve a desfaçatez de panfletar um jornalzinho na hora do almoço para as trabalhadoras em que ditam regras às mulheres de como lavar suas calcinhas, irem ao banheiro e tratar da higiene pessoal.

Veja trecho do material distribuído pelas mãos do RH da empresa:

É O CAPITAL TENTANDO MANTER E AMPLIAR A OPRESSÃO CONTRA AS MULHERES E A EXPLORAÇÃO AO CONJUNTO DA CLASSE TRABALHADORA

A Mercedes Benz mostra como o Capital se utiliza da opressão contra as trabalhadoras para atacar o conjunto dos trabalhadores. É o que fez com seu panfleto tentando impor como destino das mulheres o lavar e passar e vão além, ao se meter até na higiene pessoal das trabalhadoras.

A violência contra as mulheres e homens trabalhadores: no ano passado, a segurança privada da Mercedes esfaqueou um dirigente sindical no momento da realização de uma assembleia e agora pratica outra violência, ao humilhar as trabalhadoras com esse panfleto nojento.

Além das ações judiciais contra mais essa violência da Mercedes, o mais importante é a nossa luta, ombro a ombro de mulheres e homens trabalhadores contra os ataques cotidianos dos patrões e seus governos.

Assembleia de protesto organizada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Limeira e região no dia de hoje na Mercedes. 

 

No mesmo dia, o governo pratica violência igual, exposta na fala de Temer que “homenageou” as mulheres dizendo que são “astutas seguidoras do orçamento doméstico, além de cuidar dos afazeres domésticos”, tentando naturalizar o serviço doméstico com destino às mulheres.

É MAIS DO QUE UMA PALAVRA DE ORDEM: É A VOZ DAS TRABALHADORAS EM MOVIMENTO!

NÃO SE METAM EM NOSSOS CORPOS E EM NOSSA VIDAS.

NÃO SOMOS PREDESTINADAS AOS SERVIÇO DOMÉSTICO.

SEGUIMOS EM LUTA JUNTO A NOSSA CLASSE CONTRA OS ATAQUES DOS PATRÕES E SEUS GOVERNOS.

 

Veja abaixo o boletim especial sobre esta violência e humilhação:

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: https://www.intersindical.org.br/2017/03/10/mais-violencia-na-mercedes-benz-humilhacao-contra-as-trabalhadoras/