«

»

Imprimir Post

Previdenciários de Campinas na luta contra a precarização das condições de trabalho

Por SINSPREV – Campinas  Novembro/13.

Escorpiões infestam APS Regente Feijó

sinsprev campinasTem sido rotina na APS Campinas Regente Feijó a captura de escorpiões pelos trabalhadores responsáveis pela limpeza da Agência. Sem contar ainda, as más condições do prédio que há algum tempo sofre com infiltrações e goteiras. Além disso, a APS não conta com ventilação natural, sendo necessária a utilização de aparelhos de ar condicionado e a maioria está quebrada ou funcionando precariamente.

A APS Campinas Regente Feijó é responsável pela realização de cerca de 300 perícias médicas por dia, atendendo Campinas e Região. A maioria dos segurados é composta por pessoas doentes e idosas, mais vulneráveis no caso de um ataque por animais peçonhentos.

Os servidores já comunicaram a GEX Campinas diversas vezes sobre o problema, inclusive foi alertada sobre o risco de morte de pessoas mais vulneráveis se sofrerem ataques de escorpiões.

O Sinsprev/SP exige que a administração tome as medidas necessárias para dar um fim às condições precárias de trabalho e tomará todas as providências necessárias. A Regional do Sinsprev/SP em Campinas já ingressou com uma denúncia junto ao Ministério Público Federal sobre as condições das APS na Região, onde o sindicato está aguardando a realização de vistorias nos locais de trabalho por especialistas em segurança do trabalho.

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: https://www.intersindical.org.br/2013/11/27/previdenciarios-de-campinas-na-luta-contra-a-precarizacao-das-condicoes-de-trabalho/