«

»

Imprimir Post

GOVERNO DA MORTE: SERVIDOR PÚBLICO, MILITANTE DO PT É ASSASSINADO POR APOIADOR DE BOLSONARO EM FOZ DO IGUAÇU/PR

Era uma festa de aniversário, Marcelo Arruda estava comemorando com seus amigos e família seus 50 anos e foi assassinado na madrugada de 10 de julho por um apoiador de Bolsonaro.

O agente penitenciário Jorge José da Rocha Guaranho invadiu a festa esbravejando palavras em defesa de Bolsonaro e atacando o tema da festa que fazia referência à campanha de Lula à presidência.

O criminoso fez ameaças dizendo que voltaria e “mataria todo mundo”. Voltou, atirou e matou Marcelo que era servidor público, fazia parte da direção do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu e do diretório municipal do PT.

O seguidor de Bolsonaro só não matou mais gente na festa porque Marcelo que também era guarda municipal, mesmo ferido atirou para contê-lo.

Mais uma morte, mais um crime provocado por esse governo genocida que cultua a violência, a liberação das armas, o ódio às mulheres, negros, indígenas, LGTB’S , que atenta contra a vida da classe trabalhadora e suas Organizações.

Desde o início de mais um processo eleitoral no Brasil, os seguidores de Bolsonaro têm atacado manifestações a favor da candidatura de Lula, foi assim em Minas Gerais, quando apoiadores de Bolsonaro espalharam através de drone, um líquido tóxico contra manifestantes, foi assim no Rio de Janeiro dias atrás quando um apoiador de Bolsonaro jogou uma bomba caseira contra a multidão que estava no ato em apoio ao candidato do PT.

Agora mataram um militante do PT no Paraná e nesse crime estão mais do que as digitais do governo Bolsonaro, um governo que desde que assumiu a presidência do Brasil trouxe dos esgotos os machistas, homofóbicos, racistas, aqueles que odeiam os trabalhadores e suas lutas.

A defesa da liberação irrestrita das armas por Bolsonaro tem esse objetivo, exterminar aqueles que divergem de sua política de extermínio de direitos e vidas.

Mais do que solidariedade à família e amigos de Marcelo, é preciso derrotar esse governo capacho do Capital, um governo que resgatou do esgoto os vermes covardes e saudosos da ditadura militar que financiada pela burguesia usou o aparato armado do Estado para prender, torturar e matar muitos que ousaram a lutar por viver com liberdade, lutaram por melhores condições de vida e trabalho.

Pôr fim a esse governo, é uma luta em defesa da vida.

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: http://www.intersindical.org.br/2022/07/11/governo-da-morte-servidor-publico-militante-do-pt-e-assassinado-por-apoiador-de-bolsonaro-em-foz-do-iguacupr/