«

»

Imprimir Post

A CRUELDADADE DO SISTEMA CAPITALISTA: 4 PESSOAS QUE MORAVAM NA RUA SÃO ASSASSINADAS POR ENVENENAMENTO

Na sexta-feira, no bairro da região da Luz, na capital paulista, é oferecido por um estranho a moradores de rua uma garrafa com bebida; 8 pessoas bebem, todas elas passam mal e são atendidas num hospital em Barueri, cidade que fica na região metropolitana de São Paulo.

Das 8 pessoas, 4 morreram e as outras continuam hospitalizadas em estado grave, tudo indica que a bebida oferecida foi o que causou a morte, ou seja, é um crime contra aqueles que hoje estão na rua, não por uma escolha, mas por não terem condições mínimas de ter casa, comida, trabalho.

Nesse mesmo ano, ao menos 8 pessoas que moram na rua morreram no estado de São Paulo, por não terem como se proteger do frio; seja em São Paulo e em todas as capitais e na maioria das cidades brasileiras, aumenta o número de homens, mulheres, jovens e crianças que vagam pelas ruas, consequência desse sistema capitalista, que a cada dia concentra mais riqueza nas mãos de poucos e aumenta a miséria.

O capitalismo tão defendido pelos governos de plantão, como o de Jair Bolsonaro que diz que ser patrão no Brasil é muito difícil e que aqui não há ninguém passando fome, é o sistema que mata: mata os trabalhadores através das péssimas condições de trabalho, mata através da repressão estatal e paraestatal, mata pela fome, mata pela discriminação, que chega ao ponto de achar que seres humanos que vagam pelas ruas, por não terem outra saída, não são seres humanos, não têm direito à vida.

Mais do que não ser indiferente à mais essa crueldade é preciso fortalecer a luta contra a ação do Capital e de seus governos que está a pleno vapor de promover um dos maiores ataques a direitos trabalhistas e sociais o que vai provocar o abismo da desigualdade social.

É preciso reagir à barbárie, é preciso lutar em defesa da vida.

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: http://www.intersindical.org.br/2019/11/17/crueldadade-do-sistema-capitalista-4-pessoas-que-moravam-na-rua-sao-assassinadas-por-envenenamento/