«

»

Imprimir Post

AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DE TRABALHO MATAM MAIS UM TRABALHADOR NA USIMINAS EM IPATINGA/MG

Gilcimar Borges da Silva, tinha 38 anos. Trabalhava a 10 anos na Usiminas e no dia 06 de julho foi para mais um turno de trabalho na usina de Ipatinga, não voltou para a casa, não voltou para sua companheira e para seus filhos, porque foi assassinado pelas péssimas condições de trabalho impostas pela Usiminas.

Gilcimar caiu num fosso da balança de ferro gusa na Aciaria, seu corpo foi lançado num fosso de mais de 10 metros, ele teve várias fraturas graves e morreu por causa da negligência da Usiminas, que impõe péssimas condições de trabalho, demite e acumula várias funções para um único trabalhador.

Há menos de um ano, na mesma Usiminas, um trabalhador contratado pela Amoi, empresa terceirizada da Usiminas foi morto, outro teve o braço decepado, tudo isso por conta das péssimas condições de trabalho e na mesma semana, um dos gasômetros da usina explode, deixando dezenas de feridos.

Depois disso, o Ministério do Trabalho, o Ministério Público, a Secretaria de Saúde, através do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador vão até a Usiminas, exigem uma série de mudanças, que até agora a Usiminas não fez, o resultado disso são mais  acidentes e mortes provocados pelas péssimas condições de trabalho.

A resposta dos órgãos de fiscalização à denúncia do SINDIPA, foi dizer que a equipe que estava em Belo Horizonte não tinha combustível para se dirigir à Ipatinga. Se em governos anteriores o descaso e a negligência em relação a fiscalização das condições de trabalho já eram enormes, agora com Bolsonaro se tornou uma política de governo, pois além da extinção do Ministério do Trabalho, o governo quer reduzir em 90% as Normas Regulamentadoras (NR’s) começando por flexibilizar as regras de segurança nas siderúrgicas, o que vai provocar mais acidentes e mortes.

Não esquecemos e não perdoamos, o SINDIPA além das denúncias que fez ao Ministério Público do Trabalho e outros órgãos de fiscalização exigindo punição à Usiminas, seguirá fortalecendo a luta em defesa da saúde e da vida dos trabalhadores.

 

Link permanente para este artigo: http://www.intersindical.org.br/2019/07/09/as-pessimas-condicoes-de-trabalho-matam-mais-um-trabalhador-na-usiminas-em-ipatingamg/