«

»

Imprimir Post

CHAPA 1 COM O APOIO DA CUT E DA CONLUTAS DÁ GOLPE NA ELEIÇÃO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES NOS CORREIOS DO PARANÁ.

A eleição do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná, foi cercada de maracutaias para impedir que a categoria de fato participasse da decisão dos rumos do Sindicato.

O auto imposto secretário geral do Sindicato, conhecido como China rompeu com o compromisso assumido com a categoria nas eleições de 2013 e 2016, se distanciou dos trabalhadores, se aproximou da direção da empresa e se aliou com a CUT e contou com o apoio da Conlutas para organizar um processo eleitoral em que centenas de trabalhadores foram impedidos de votar.

A Comissão Eleitoral foi eleita num sábado de manhã no horário em que muitos trabalhadores estão trabalhando. O presidente dessa comissão que faz parte da Conlutas construiu junto com China e sua turma um roteiro de urnas que impediu centenas de trabalhadores de votar em várias regiões do estado do Paraná. Até cédulas xerocadas existiram nessa eleição que ficou marcada pela prática dos pelegos de tentar se manter no Sindicato a qualquer custo.

Em muitas cidades na região de Maringá, Londrina, Ponta Grossa e também no sudoeste do estado, os trabalhadores foram impedidos de votar porque a urna não passou na unidade. A quantidade de trabalhadores que foi impedida de votar é muito superior aos 20 votos que foi a mísera diferença entre a chapa dos pelegos e a CHAPA 2.

A eleição foi marcada para um único dia e as urnas saíram para o interior em pleno domingo de Páscoa e logo após a instalação da Comissão Eleitoral, a primeira tarefa dos membros da Conlutas e da CUT foi tentar impugnar companheiros da CHAPA 2, a CHAPA da Intersindical que foram eleitos pelos trabalhadores na eleição do Sindicato de 2016 e não romperam com o compromisso feito com a categoria de lutar em defesa dos direitos e enfrentar os ataques da ECT.

Como não conseguiram impedir a participação dos companheiros da CHAPA 2 na eleição, a prática da Comissão eleitoral em nada se difere da prática da burocracia pelega e sindical que para se manter na estrutura do Sindicato faz de tudo para impedir que o conjunto dos trabalhadores participe de fato das instâncias de decisão da categoria. A isso se prestou a Conlutas, que se auto proclama a Organização combativa, classista e comprometida com os trabalhadores.

A CHAPA 2 da INTERSINDICAL já está tomando as devidas providências judiciais, mas o mais importante é que a nossa luta continua junto com a categoria nos locais de trabalho e nacionalmente combatendo os ataques do governo Bolsonaro que já anunciou a privatização dos Correios o que significa um dos principais ataques aos trabalhadores.

Seguimos firmes para retomar o Sindicato para luta do conjunto dos trabalhadores.

Link permanente para este artigo: http://www.intersindical.org.br/2019/04/25/chapa-1-com-o-apoio-da-cut-e-da-conlutas-da-golpe-na-eleicao-do-sindicato-dos-trabalhadores-nos-correios-do-parana/