«

»

Imprimir Post

TODA SOLIDARIEDADE AO PROFESSOR GABRIEL Nossa arma contra a violência estatal é o fortalecimento da luta em defesa dos direitos.

No dia 29 de março, na Escola Estadual Lourdes de Carvalho, o professor Gabriel Pimentel foi interceder por dois estudantes que estavam sofrendo violência policial, violência essa que é marca da repressão do Estado contra os jovens pobres ainda mais se são negros.

Gabriel e outros trabalhadores da escola foram vítimas de mais violência policial, ao tentarem defender os alunos e o professor, a comunidade escolar recebeu como resposta gás pimenta lançado pelos policiais.

O professor Gabriel ao cumprir com seu dever de ofício que também passa por defender alunos contra a violência, foi agredido e levado para a Delegacia e lá mais violência, pois o que imperou novamente foi a versão dos agentes da repressão, o professor foi levado para o presídio e somente no dia 01/04 foi liberado para responder em liberdade a um absurdo processo de desacato.

O que aconteceu com Gabriel é mais um exemplo escancarado da política de ódio e repressão defendida pelo governo Bolsonaro, que persegue trabalhadores, jovens, pobres, negros, que quer aumentar a repressão contra o conjunto da classe trabalhadora.

A Intersindical – Instrumento de Luta e Organização da Classe trabalhadora se solidariza ativamente ao professor Gabriel.

Gabriel não está só, somos muitos e não nos calarão, a nossa arma contra a repressão do Estado se fortalecerá a cada mobilização nos locais de trabalho e nas ruas contra as políticas do governo que atentam contra a dignidade, os direitos e a vida da classe trabalhadora.

Link permanente para este artigo: http://www.intersindical.org.br/2019/04/02/toda-solidariedade-ao-professor-gabriel/