«

»

Imprimir Post

Para cada corpo nosso que tomba, a vingança de continuar lutando

Na última sexta-feira (21/8) mais um companheiro tombou na luta, vitima da repressão oficial do Estado que para atender as exigências do capital segue matando na cidade e no campo.

O trabalhador rural Elton Brum de 44 anos, foi assassinado pelas costas, na ação de despejo comandada pela Polícia Militar do Rio Grande do Sul na fazenda Southall em São Gabriel.
Além de terem matado, há dezenas de vitimas entre elas crianças que foram agredidas, atingidas por estilhaços de bala e mordidas de cachorro.

Há uma semana os trabalhadores rurais organizados no MST já tinham sofrido mais um ataque covarde da Policia de Yeda Crussius. Foram espancados e submetidos a ações de tortura praticadas pela Brigada quando se manifestavam na Prefeitura de São Gabriel.

O agronégocio segue concentrando seus lucros e como forma de tentar conter a luta dos trabalhadores contam com o aparato oficial do Estado para reprimir: em São Gabriel a Brigada Militar de Yeda Crussius e o silencio subserviente do governo Lula.

A Intersindical mais do que se solidarizar com a família, os amigos e companheiros de Elton e com o MST, continua junto àqueles que não se renderam à parceria com o capital e seu Estado que segue matando nossa classe à bala, pela fome e pelas péssimas condições de vida e trabalho.

Os responsáveis pela morte de Elton e de tantos que tombaram na luta, só não ficaram impunes se nos vingarmos. E a melhor arma que temos é nossa organização e coragem para seguir lutando.

A bandeira segue sendo vermelha. O sangue de nossos mortos corre em nossa luta.

COMPANHEIRO ELTON PRESENTE, AGORA E SEMPRE!

Compartilhe!

Link permanente para este artigo: http://www.intersindical.org.br/2012/10/03/para-cada-corpo-nosso-que-tomba-a-vinganca-de-continuar-lutando/